HÁ SEMPRE UM LIVRO...à nossa espera!

Blog sobre todos os livros que eu conseguir ler! Aqui, podem procurar um livro, ler a minha opinião ou, se quiserem, deixar apenas a vossa opinião sobre algum destes livros que já tenham lido. Podem, simplesmente, sugerir um livro para que eu o leia! Fico à espera das V. sugestões e comentários! Agradeço a V. estimada visita. Boas leituras!

My Photo
Name:
Location: Norte, Portugal

Bibliomaníaca e melómana. O resto terão de descobrir por vocês!

Tuesday, September 28, 2010

"Siddhartha" de Hermann Hesse (Casa das Letras)



A vida do fundador do Budismo num texto de uma beleza sublime, onde se evidenciam os valores mais universais.

Estamos perante uma das mais belas obras deste autor germânico nascido em Wuttenberg em 1877 e laureado com o Prémio Nobel em 1946. "Um poema indiano" que exprime uma rara capacidade de descrever a beleza e, simultaneamente, de extraí-la de cada átomo do Universo.

É desta forma que descreve a trajectória de vida de Siddhartha, filho de um brâmane ( sacerdote e intelectual Hindú) que opta por abandonar o conforto da vida palaciana e a segurança de uma existência privilegiada, garantida pelo nascimento e explorar o mundo que o rodeia, com o objectivo de saciar a sua infinita sede de Conhecimento.

Submete-se, numa primeira fase, às privações características de um estilo de vida ascético, depois jogará o jogo do Samsara (o mundo das sensações) ao apaixonar-se pela belíssima cortesã Kamala, tendo, para tal, de sumeter-se às regras de um mundo onde impera a opulência e a volúpia. Mas para ele, as sensações são um mero veículo de aquisição de conhecimento.


Mas a serenidade do Nirvana só é conseguida por Siddhartha quando este é tocado por aquele tipo de amor absoluto e incondicional como aquele que um pai sente por um filho e sofrer por esse amor, igualando-se aos restantes mortais - o chamado "povo das crianças". Menos frio e mais empático, o brâmane aproxima-se das pessoas, interessa-se por elas diferenciando-se delas apenas num pormenor: a consciência.

Em Siddhartha a procura do verdadeiro "Eu" da Alma, do perfeito equilíbrio - a ambição de alcançar o Nirvana - está presente ao longo de todo o romance.

Siddhartha é uma história sublime cuja finalidade é mostrar que através do amor pela humanidade que se encontra verdadeiro Caminho para atingir a perfeição de um Buda (o ser perfeito contemporâneo de Siddharta que, segundo a tradição budista, não precisa de reencarnar).

Para Siddhartha, amar o Mundo é mais importante que explicá-lo. Daí defender que a liberdade nunca pode provir de uma doutrina seja ela qual for. Estas, no entender do protagonista, são apenas "palavras, sem dureza, moleza, arestas, cheiro, gosto"...Por isso, não se podem amar as palavras...Mas pode amar-se as pessoas.

Deste ponto de vista, as diferenças entre civilizações, religiões, culturas ou ideologias esbatem-se e aproximam os homens e facilitando a coexistência no Globo.

Uma utopia talvez tão velha como a Humanidade. Mas que vale sempre a pena perseguir. Que o digam Cristo e Ghandi.



Cláudia de Sousa Dias

Labels:

8 Comments:

Blogger Mr. Nonsense said...

uma excelente escolha.
este livro está no top 20 das minhas preferencias

2:02 PM  
Blogger Claudia Sousa Dias said...

é bom colocar estes textos que já não estão visíveis por excesso de caracteres no arquivo de Fevereiro de 2005.

Alguns deles não tinham sequer comentários.


csd

2:51 PM  
Blogger CNS said...

Um livro que penso que li cedo demais. Acho que o vou mudar ainda hoje para minha mesa de cabeceira. Obrigada pela lembrança, Cláudia. :)

11:35 AM  
Blogger Claudia Sousa Dias said...

de nada...
um grande beijinho



csd

3:15 PM  
Blogger Baudolino said...

Cláudia, há quanto tempo não passava aqui... Tudo bem?
Bela re-surpresa. Li há muitos anos e gostei muito!

10:49 PM  
Blogger Claudia Sousa Dias said...

obrigada, Baudolino...espero já no final desta semana poder postar já outro texto...


beijinhos

CSD

7:36 PM  
Blogger Luis Nunes Alberto said...

Uma excelente repostagem, é um livro que apetece sempre abrir

10:31 PM  
Blogger Claudia Sousa Dias said...

Obrigada Luís...a ver se no p´roximo fim de semana temos um texto novinho em folha...


bjs


csd

6:48 PM  

Post a Comment

<< Home