HÁ SEMPRE UM LIVRO...à nossa espera!

Blog sobre todos os livros que eu conseguir ler! Aqui, podem procurar um livro, ler a minha opinião ou, se quiserem, deixar apenas a vossa opinião sobre algum destes livros que já tenham lido. Podem, simplesmente, sugerir um livro para que eu o leia! Fico à espera das V. sugestões e comentários! Agradeço a V. estimada visita. Boas leituras!

My Photo
Name:
Location: Norte, Portugal

Bibliomaníaca e melómana. O resto terão de descobrir por vocês!

Wednesday, May 11, 2011

"A Torre dos Anjos" de Michel Peyramaure (Bizâncio)


Tradução: Carlos Correia Monteiro


O episódio na História do cristianismo na Europa a que muitos chamaram de "o segundo exílio na Babilónia" aquando da guerra dos cem anos...

Michel Peyramaure é autor de uma vasta obra ficcional, contando já com mais de 50 títulos publicados em França. Foi galardoado com o Prémio Alexandre Dumas pelo conjunto da sua obra.



A Torre dos Anjos é um romance histórico de elevada riqueza de pormenores de imagem e rigor histórico que nos transporta para a época medieval, colocando-nos em contacto com o mundo intelectual e artístico de então, através da personagem fictícia Júlio Grimaldi - o narrador - , funcionário laico do aparelho administrativo da corte pontifícia, que se encarrega de fazer a ponte entre a realidade factual e a criação do autor. É, através deste personagem, que tomamos contacto com a intimidade do grande poeta Petrarca e da sua musa, Laura de Sade, com os pintores Mateo Giacometti e Giotto, juntamente com os seus vícios e virtudes.
A trama inicia-se com a tentativa de rapto do Papa por Filipe, o Belo, Rei de França, que acabará por obrigar a Cúria a exilar-se naquele país, sendo-lhe desta forma, mais fácil, manobrar a eleição de um Sumo Pontífice, escolhendo alguém da sua preferência - Clemente V . A partir de então terá as condições ideais para deslocar as peças que compõem o complicado jogo de xadrez político que é a Europa.



A acção de desenrola-se durante o fatídico sec. XIV, em Avignon, a cidade provençal que foi, durante período de1309-1376, sede da Igreja Católica.


Durante os sessenta e oito anos de exílio da corte papal - o chamado "segundo exílio da Babilónia" (pela analogia com o episódio bíblico relativo exílio do povo judeu, na cidade mesopotâmica de Nabucodonosor, narrado no Antigo Testamento) - desta vez em Avignon, o "Trono de Pedro" foi ocupado por sete papas que assistiram aos horrores intermináveis da Guerra dos Cem Anos (conflito que esgotou a França e a Inglaterra desencadeando a fome pelo abandono das terras e pela devastação efectuada pelas pilhagens das companhias de mercenários) e ao flagelo da Peste Negra, que dizimou cerca de um terço da população provençal da época, chegando mesmo a vitimar cerca de dois terços da população em algumas regiões da Europa.


A descrição do trajecto da "Dama Negra" desde a China até à parte mais ocidental da Europa é, pelo autor, brilhantemente descrita, de uma forma sinistramente bela, tal como mostra a personificação com a qual apelidou a referida catástrofe, numa progressão que se assemelha à vaga de um maremoto e que tem o poder de desencadear, nos leitores, aquele arrepio na espinha semelhante à atracção que nos impele a olhar para o abismo - o fascínio mórbido da humanidade pelo horror.



Michel Peyramaure
possui a habilidade de ensinar história aos seus leitores, facultando-lhes a compreensão das raízes que estão na base da construção da Europa actual, as rivalidades e as alianças seculares entre os diferentes estados que a compõem. A obra tem o mérito de conseguir cativar o leitor através de uma prosa de elevada precisão evocativa, carnal e da recriação de um ambiente faustoso e prolífico em maquiavélicos escândalos políticos e sexuais.


Até ao dia em que o jogo das forças políticas se inverte na Europa e Avignon se vê, de repente, despojada do seu brilho e prosperidade, mediante o regresso da corte papal ao Vaticano.






Palácio papal de Avignon (Fonte: wikipédia)


Restam as lembranças evocadas por Júlio Grimaldi, agora guardião da "torre dos anjos" - na qual se encerravam os aposentos do Papa, a sua biblioteca e a chancelaria, no qual a partir de então, somente os fantasmas habitam, como as misteriosas "aparições" da Anã Vermelha que vagueia pela Torre e cuja identidade Grimaldi se esforçará por descobrir.

É esta a missão dos últimos dias da sua vida, num palácio agora deserto, vulnerável à pilhagem dos bandos de assaltantes a que assiste, impotente, tal como os restantes cidadãos avinhoenses "testemunhas de uma festa acabada".

Uma lição de história a não perder, nesta publicação da Bizâncio, acerca dos factos que originaram a tão polémica "Cisma do Ocidente".

Cláudia de Sousa Dias

Labels:

11 Comments:

Blogger M. said...

Estás imparável, menina, com a corda toda!!!
Beijinhos e continuação de boas leituras!
Madalena

6:34 PM  
Blogger Claudia Sousa Dias said...

h...este texto é antigo!

Só não estava visível no blogger...

csd

7:54 PM  
Blogger Claudia Sousa Dias said...

bem o blogger teve um problema qualquer que não consegui perceber e eliminou-me o comentário da Madalena pelo que lhe peço as minhas sinceras desculpas...estou com todas as publicações feitas no dia 12 de Maio todas eliminadas.


:-(

CSD

7:40 PM  
Blogger Roberto said...

Claudia Terminetor são como :-)
Ciao ciao
Roberto

11:13 AM  
Blogger Claudia Sousa Dias said...

ciao Rob!

è vero...

grazie e baci


csd

12:20 PM  
Blogger Claudia Sousa Dias said...

e aqui está o comentário da Madalena que ficou registado no email:

M. para mim
mostrar detalhes 12 Mai (há 2 dias)

M. has left a new comment on your post ""A Torre dos Anjos" de Michel Peyramaure (Bizâncio...":

Estás imparável, menina, com a corda toda!!!
Beijinhos e continuação de boas leituras!
Madalena

12:21 PM  
Blogger Claudia Sousa Dias said...

o texto já é velhinho...só levou alguns "retoques".~


csd

12:22 PM  
Blogger Olinda Melo said...

O grande cisma do Ocidente-tema interessante espelhado num romance histórico, de que sou apreciadora. Vou seguir a sugestão.Também o autor me era desconhecido.

Obrigada

2:55 PM  
Blogger Claudia Sousa Dias said...

sim...não é muito divulgado.

3:18 PM  
Blogger Jose Flamarion said...

Caro Amigo/Amig@,

Livros existem para aventurarem-se de mão em mão, enchendo olhos e mentes, traspassando mundos vários, continentes distantes, até mesmo galáxias perdidas deste infinito Universo, sem respeitar nem mesmo as fronteiras do senhor Tempo.

É com base neste espírito que Lisboa acaba de ganhar um novo Alfarrábio on-line. É o www.livrilusao.com, que vende livros usados e novos.

No entanto, não queremos ser apenas um alfarrábio a mais. Para além de comprarmos, vendermos e trocarmos livros, buscamos também interagir com todos que queiram trocar ideias connosco sobre livros, artes em geral e tudo o mais relacionado com Cultura.

Convidamos-te a visitar a nossa página e, se achar interessante, ajudar a divulgá-la, repassando esta mensagem para a sua lista de emails.
Vamos dar continuidade à aventura dos livros!

10:54 AM  
Blogger Claudia Sousa Dias said...

muito bem.
Fica registado.


csd

10:58 AM  

Post a Comment

<< Home