HÁ SEMPRE UM LIVRO...à nossa espera!

Blog sobre todos os livros que eu conseguir ler! Aqui, podem procurar um livro, ler a minha opinião ou, se quiserem, deixar apenas a vossa opinião sobre algum destes livros que já tenham lido. Podem, simplesmente, sugerir um livro para que eu o leia! Fico à espera das V. sugestões e comentários! Agradeço a V. estimada visita. Boas leituras!

My Photo
Name:
Location: Norte, Portugal

Bibliomaníaca e melómana. O resto terão de descobrir por vocês!

Saturday, April 01, 2006

“A Amêndoa” de Nedjma (ASA)


Um romance erótico, de carácter autobiográfico, escrito por uma mulher árabe, originária de Marrocos, que reside, actualmente, num país do Magrebe. Com um título que, em francês (no texto original), soa a algo muito parecido com A Amante (L’Amante), A Amêndoa (L’Amande), simboliza também o órgão do prazer feminino. Um livro polémico, cujo título é, só por si, uma provocação.

A Amêndoa pretende ser um manifesto do direito das mulheres árabes à sexualidade e ao prazer, numa sociedade que nega a autonomia e a liberdade de expressão femininas, com o objectivo de controlar essa mesma sexualidade. A intenção da Autora é a de tecer uma homenagem à antiga civilização árabe, onde o desejo era livre da noção de pecado e “onde dar e receber prazer era um dever do crente”.
Por detrás do véu da repressão, a Autora mostra-nos o mundo da sensualidade perdida do Oriente ao propor-se narrar “uma estória de espírito e de carne”. E porque se trata, precisamente de uma estória de sexo e paixão, a Autora utiliza a literatura como catapulta para bombardear preconceitos e derrubar as barreiras que separam o corpo e a alma, o sagrado e o profano reconciliando, ao mesmo tempo, o erotismo, Deus e a Mulher.

A Amêndoa é desenvolvido como um diário, ao explorar as emoções e sensações da jovem Badra, induzida, em plena adolescência, a abandonar a escola e a casar com um homem muito mais velho e a quem não ama. O marido é considerado pela família um bom partido e, sendo notário, usufrui de elevado prestígio social. É, por isso, cobiçado por muitas famílias que pretendem oferecer-lhe as filhas. Isto apesar de Hmed ter já rejeitado várias esposas alegando esterilidade.

Saturada da brutalidade nas relações íntimas, levadas a cabo unicamente com o fim de proporcionar um herdeiro ao marido, a jovem decide abandonar a aldeia e refugia-se em Tânger, na casa da exuberantíssima e rebelde Tia Selma.

É em Tânger que Badra irá descobrir o caminho da sua própria sensualidade e do efeito que esta provoca no sexo oposto. Lá conhece Driss, aquele que será o seu segundo marido, depois do suicídio do seu primeiro pretendente.

Driss é médico, cardiologista, um cidadão do mundo que divide a sua existência entre Paris e Tânger.

A linguagem é ousada, provocadora, com o objectivo de destruir pudores, fazendo por vezes lembrar o discurso de Henry Miller ou de Charles Bukovski. Apesar disso, as frases estão fortemente condimentadas com a paixão, a nostalgia e a saudade, o desprezo, a mágoa, o ciúme…

É por este motivo que A Amêndoa não pode ser confundido com um manual de instruções sexuais, sendo antes a exploração de todo o espectro de emoções susceptíveis de afectar o ser humano.

Mesmo as mais recalcadas.

Mesmo as mais inconfessáveis.

Um livro que põe a nu a hipocrisia que não conhece fronteiras civilizacionais.

A não perder.

Cláudia de Sousa Dias

13 Comments:

Blogger GNM said...

Cláudia,
É admirávela forma como por apresentas os livros.

A amendoa parece-me mesmo muito
interessante.

Vou lê-lo assim que acabar
de ler o livro que leio agora.

Deixo-te um sorriso!

11:22 PM  
Blogger Fallen_Angel said...

olá devoradora de livros:o)
mas uma vez passei para te desejar um optimo fim de semana :o)
bjinho

11:28 PM  
Blogger Claudia Sousa Dias said...

Vai gostar do livro GNM!

Angel, és um amor!

Um óptimo fim-de-semana para ti também!

5:59 PM  
Blogger -pirata-vermelho- said...

vê uma simbolgia de 'l'amande' em
http://hdelboy.club.fr/tarot_alchimie.html

une curiosité...

10:15 PM  
Blogger Claudia Sousa Dias said...

já lá fui ver, Pirata:)

Mas ainda não encontrei nada relativo à simbologia da Amêndoa...

Vou, no entanto, procurar com mais calma...

beijinhos

CSD

2:17 PM  
Blogger -pirata-vermelho- said...

Sim,
estão dispersas!
Faz -edit/find(on this page)- com key word 'amande' e vê os links, em especial os curiosos - Atalanta, XLVII e Entretiens de Calid à Morien.

...pra ti também!

1:32 AM  
Blogger Claudia Sousa Dias said...

Obrigada! Vou lá dar uma espreitadela! Entretanto aguarda o meu texto para o escritor famoso entre amanhã e sexta-feira!

Beijo!


CSD

7:22 PM  
Blogger -pirata-vermelho- said...

Olh'aqui, Claudia
http://bigblogis.blogspot.com/

11:54 PM  
Blogger GNM said...

Passo e deixo-te um sorriso...

10:20 PM  
Blogger Luis Nunes Alberto said...

Ola Claudia
Terei todo o cuidaddo de não deixar escapar ese livro se me passar debaixo dos olhos e perto da mâo.
Conheces Apronenia Avitia?
se sim parabens
Se não, aconselho vivamente e espero a tua critica como é obvio.
ciao
Luis Nunes Alberto

11:35 PM  
Blogger -pirata-vermelho- said...

(Tomo a liberdade de usar este espaço para divulgar o seguinte 'apelo')


..................................
Please comment this post.

Atelier das Artes is going to suspend its posting due to its images having been considered by Blogger as spam.

We tried to solve this accordingly to Blogger’s indications, as seen below, in what was an unsuccessful attempt.
.................................

http://atelierdasartes.blogspot.com/

2:11 PM  
Blogger Claudia Sousa Dias said...

Não conheço,mas faço questão de ler!


Um beijinho para a terra das laranjas e das amendoeiras!

:)

CSD

12:28 PM  
Blogger Miguel said...

Se é bibliófila recomendo-lhe o site Winking Books (www.winkingbooks.com)
Miguel

12:50 PM  

Post a Comment

<< Home